28 janeiro, 2010

Balançando




 É na ternura das tuas mãos passando na nuca
E no calor dos teus lábios com beijos quentes
Que roças o teu intimo no meu sexo
Balançando com desejo diante mim.

A vontade aumenta mais e mais
O suor eleva-se a humidade tesuda
E tu já sem te aguentares despes-me
Balançando a tua vontade no meu pénis.

Deliciosamente saboreando este duro
Aqueces ainda mais a minha loucura
Não consigo evitar assaltar a tua coninha
Balançando suavemente o meu corpo no teu.

 Não resistimos à inevitável explosão de prazer
Em gemidos pulsantes e profundos que nos arruína
As forças e que nos deixam molhados e felizes
Balançando todo nosso prazer freneticamente.

JC © 2010

3 comentários:

Bernardo Lupi disse...

Texto bastante intenso! Parabéns!

EROTICAMENTE FALANDO disse...

Muito tentador!!!!!


Beijo meu *

Lua disse...

Adorei o blog..
beijo doce
Lua